fbpx

Do Santo Rosário e do Terço

Dentro da dimensão da espiritualidade, no mundo cristão católico tem-se por tradição a meditação do Santo Rosário, ou, particularmente falando, do Terço.

O Santo Rosário é uma prática religiosa que está inserida dentro da devoção mariana, ou seja, dentro da devoção que os católicos têm por Maria, a mãe de Jesus.

Esta prática é muito difundida entre os católicos. O Santo Rosário pode ser rezado tanto individualmente, quanto em conjunto com outras pessoas.

Consiste o Santo Rosário na recitação de orações (Pai Nosso e Ave Maria) com o auxílio de uma corrente metálica com contas, ou um cordão com 59 nós.

O Santo Rosário (ou Terço) compreende a contemplação de determinadas passagens da vida de Jesus Cristo e da Virgem Maria, sua mãe.

Segundo a doutrina da Igreja Católica Apostólica Romana as passagens contempladas são de especial relevância para a história da salvação e que recebem o nome de “Mistérios”.

O Santo Rosário era inicialmente dividido em três partes iguais com cinquenta contas cada uma das partes. Cada parte de cinquenta contas correspondia, portanto, à terça parte do Santo Rosário como um todo; estas partes foram chamadas de Terço.

Mas, atualmente cada terço compreende um conjunto especial de quatro Mistérios: Gozosos, Dolorosos, Luminosos e Gloriosos. Os mistérios luminosos foram acrescentados ao terço pelo Papa São João Paulo II, por meio da Carta Apostólica: Rosarium Virginis Mariae, de 16 de outubro de 2002.

Essa nova série de mistérios disponíveis para contemplação alterou o formato do Rosário, que passou a contar com 200 Ave Marias. Agora, portanto, são quatro Terços de 50 Ave Marias com os 4 Mistérios: Gozosos, Dolorosos, Gloriosos e Luminosos.

A pessoa que reza o Terço (a quarta parte do Santo Rosário), ou reza o Santo Rosário inteiro, mesmo que o faça em silêncio e de forma individual, jamais estará sozinha, pois sempre haverá alguém em algum lugar do mundo que esteja rezando o Terço ou o Santo Rosário naquele mesmo momento.

Assim se cumpre a promessa de Jesus que onde estivessem dois ou mais reunidos em seu nome Ele estaria aí no meio deles. E quanto mais se reza esta oração, mais se toma consciência do quanto é necessário rezar ainda mais para a paz do mundo, para o bem da humanidade e para a salvação dos pecadores.

Como se faz para rezar o Terço?

Adquire-se um terço, e, estando com ele em mãos, vai passando os dedos, conta por conta até dar a volta total pela corrente metálica ou o barbante com os nós.

Depois de traçar sobre si o sinal da cruz (dizendo: em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo), pega-se na cruz e reza-se a oração do Espírito Santo.

Depois reza-se o Creio.

Agora chegou o momento de fazer o oferecimento, os pedidos e os agradecimentos. Pedindo a intercessão da Virgem Santíssima, Mãe de Jesus.

Em seguida, pega-se no primeiro nó ou conta e reza-se um pai nosso.

Na sequência, reza-se três Ave Marias, dedicando uma a Deus Pai, outra a Deus Filho e a terceira a Deus Espírito Santo.

Então começa-se a rezar o Terço, perpassando pelos mistérios escolhidos, dependendo do dia da semana que se o está rezando. Entre um mistério e outro há algumas invocações e orações próprias de passagem de um mistério para outro.

Ao final, termina-se de rezá-lo com a oração da Salve Rainha.

Esta é uma das devoções dos cristãos católicos romanos.

Hoje está muito fácil de se rezar o Santo Rosário, ou o Terço, pois existe inúmeros vídeos no YouTube ou artigos em blogs que ensinam o passo a passo de como se reza um Terço ou o Santo Rosário.

Se você gostou, deixa seu Like, seu comentário e se puder, compartilhe com seus amigos.

Abraço Temage!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp