fbpx

Diferentes abordagens de ajuda para o crescimento pessoal e ou profissional do indivíduo.

Mentoria:

Nesta abordagem a ajuda deverá vir de uma pessoa ou profissional mais experiente. Esta pessoa mais experiente vai aconselhar seu aprendiz ou cliente, além de também ser para este, uma espécie de modelo.

O mentor vai provocar discussões bastante amplas na interação do processo de mentoria. Lembrando que poderá fazer isso com facilidade, porque na área em que seu cliente atua, é para ele um ambiente de vasto conhecimento.

O objetivo desta abordagem é que o mentor prepare seu cliente para que este seja uma espécie de continuador de sua expertise. O mentor vai lhe transferir todo o conhecimento que tem, que foi adquirido ao longo dos anos de experiência.

O aprendiz pode, por exemplo, ser um profissional que vai agora assumir o lugar de seu mentor e fazer de todo o aprendizado passado por este uma justificativa para seu futuro grau de excelência também.

O mentor, como vimos, é uma figura que está mais voltada ao ambiente corporativo, muitas vezes em caso de substituição de cargo. Pode ser por conta de pedido de demissão, mudança para outra área dentro da empresa, ou mesmo, aposentadoria do mentor.

Aconselhamento:

Trata-se de um processo de interação entre duas pessoas. O aconselhador ou conselheiro tem como objetivo ajudar o aconselhado a fazer escolhas que este esteja considerando difícil de se fazer por si só.

Geralmente, o conselheiro atua junto ao aconselhado em momentos de crise, quer seja pessoal ou profissional. Essa ajuda consiste em ser rápida e pontual.

Nesta técnica não há desenvolvimento dos dons do cliente ou aconselhado. Suas habilidades pessoais, tendência a superar limites, remoção de crenças paralisantes está, praticamente, suprimida, pois terá que dar um salto de imediato, portanto terá quase que seguir à risca a receita lhe dada por seu conselheiro.

Esse processo, apesar de ser imediatista, também pode gerar insights e um despertar de consciência como efeito colateral ao aconselhado.

Este processo, embora esteja próximo da psicologia, não se trata de psicoterapia, pois tem como objetivo um resultado rápido e pontual. E pode, inclusive, ser repetido ao longo do tempo até que o aconselhado consiga obter os resultados almejados.

Muito bem se faz ressaltar que apesar de não se tratar de uma psicoterapia, este método só pode ser aplicado por profissionais ligados a área da saúde ou saúde mental.

Treinamento:

Esta modalidade se diferencia das demais por ser um processo que leva o cliente a adquirir habilidades ou conhecimentos por meio de estudo, provas e testes.

O conteúdo de um treinamento pode se dar por transmissão de informações. Neste caso, no programa do treinamento, tem de ter um bom e específico conteúdo. Mas também pode haver um treinamento mais amplo, onde o caráter do conteúdo possa ser genérico.

O treinamento pode ser aplicado à mente, ao corpo, aos dois, e, também ao mundo corporativo. O conteúdo vai se adaptando a cada caso em particular.

No caso de se estar sendo treinado para um cargo, ou mesmo para adentrar ao mundo corporativo, o treinamento poderá abranger informações sobre a empresa, sua história, sua causa, seu lema, objetivo, seus produtos, serviços, regulamentos, dentre tantos outros.

Também o treinamento poderá ser requisitado caso haja interesse em se desenvolver novas habilidades, tanto pessoais, quanto profissionais. Para cada caso o treinamento será devidamente orientado e focado em seu objetivo final, quer seja para execução de tarefas, ou novas operações, ou, simplesmente, começar a agir de um novo jeito para fugir de um mal condicionamento.

Desenvolver e mudar de atitude também são benefícios adquiridos por um bom treinamento específico. Pode ser, por exemplo, que um cliente procure por um treinamento para mudar seus pensamentos negativistas para que sejam mais favoráveis, mais otimistas, tendo, assim, uma maior motivação pessoal.

O treinamento também é eficaz quando está sendo aplicado para que haja elevação do nível de ideias, quer seja para uma auto aplicação ou, por exemplo, para facilitar a aplicação de conceitos na prática administrativa. Gerentes, geralmente, gostam de buscar por esta modalidade.

O treinador deverá sempre ser um especialista em treinamentos de habilidades no intento de obter resultados imediatos de seus clientes.

Consultoria:

A consultoria nasceu para oferecer soluções específicas, tendo como fim atender necessidades e objetivos igualmente específicos. Também é uma modalidade mais difundida dentro do mundo corporativo.

O consultor vai oferecer, muito provavelmente a uma empresa, serviços de avaliação, diagnósticos, visão de tendências e vai, então, oferecer propostas para que se resolva os impasses e as novas oportunidades sejam alcançadas, avaliadas e praticadas.

Existe especificamente a consultoria organizacional que é utilizada por empresas. O objetivo aqui são as tomadas de decisões estratégicas de forma que se acerte mais e se erre menos.

O consultor vai abrir e ampliar a visão do líder em questão para que o próximo passo seja dado, independente de qual seja.

Já no caso da consultoria empresarial o consultor vai ajudar o cliente a pôr definitivamente em prática seu intento de empreender. O cliente quer empreender, e isso ele o sabe, mas não sabe como e nem por onde começar.

Neste caso o consultor vai ajudar seu cliente a começar todo o processo de empreendimento, primeiramente, encontrando qual será o nicho de atuação. Neste serão consideras as oportunidades, mas também as dificuldades que poderão ser encontradas pelo caminho. O plano de ação será orientado, portanto, pelo consultor.

Consultoria profissional:

Aqui o norte é o cliente no sentido de que ele consiga organizar melhor suas metas e objetivos em sua carreira profissional, pois tem de haver certa tomada de consciência sobre o que se está pensando e querendo desenvolver como profissão.

Neste caso o consultor vai ajudar eu cliente a encontrar o melhor caminho para se sentir confortável para trabalhar e, finalmente, realizar sua vocação.

Consultoria pessoal:

Aqui o objetivo é que o indivíduo consiga organizar melhor suas metas e objetivos de vida pessoal. Com isso, espera-se que este consiga dar atenção particular às questões emergentes e urgentes de sua forma de ser pessoa no mundo.

Consultoria de imagem:

O objetivo desta é o que o próprio nome sugere: como está minha imagem sendo vista pelos outros, pela empresa, pela sociedade e por mim mesmo?

Esta abordagem é muito comum para quem tem vida pública como artistas, celebridades, pois querem cada vez mais melhorar sua comunicação interpessoal, seu modo de portar-se me diferentes ocasiões e contextos, como se vestir adequadamente, dentre outros.

Apresentadores costumam se beneficiar muito desta prática, quer sejam apresentadores de programas de tv, rádio, redes sociais. Muitas vezes também se agrega a este perfil as marcas mais adequadas para que o beneficiário possa se apresentar publicamente.

Terapia:

A terapia tem por finalidade tratar o comportamento humano e suas adversidades.

Existem várias modalidades de terapias, como por exemplo, a terapia comportamental, cognitivo comportamental, Logoterapia, psicanálise e inúmeras outras abordagens.

Existem aquelas que vão trabalhar em seus clientes aspectos como distúrbios psíquicos como ansiedade e inúmeras síndromes e traumas que atrapalham de alguma forma a plena existência do indivíduo em sua interação social, profissional e familiar.

O cliente, muitas vezes chamado de paciente procura esta modalidade para obter curas de males que afetam sua saúde mental, tendo como objetivo último a melhora de sua qualidade de vida.

Como podemos ver a terapia tem como finalidade o bem estar do indivíduo, mas é importantíssimo salientar que cada caso é um caso único, específico e particular que e embora possa se parecer com o mesmo caso em outra pessoa, não será tratado de forma genérica, mas com absoluta atenção voltada à particularidade do indivíduo em questão.

Há vários sinais e sintomas psicológicos. Diante disso o cliente buscará pela terapia para que possa, inicialmente, curar suas próprias emoções para que consiga sentir alívio de seus sofrimentos pessoais.

A terapia ou psicoterapia lida, portanto, com saúde mental.

Gostou?

Curte, comente, inscreva-se no blog e compartilhe com seus amigos.

Abraço Temage.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp